25 de abr de 2011

Bem, estou esperando pacientemente.





Eu quero que você tropece no seu orgulho, e cai de cara no chão, que o lodo faça você se esborrachar na calçada. E quando isso acontecer eu serei o primeiro a chegar, a primeira mão que verá, o único que vai te ajudar a levantar.

Eu quero que se atrase que não consiga chegar a tempo, que durma mais cinco minutos e falte água quando estiver ensaboada. E quando isso acontecer vou adiantar seu despertador e consertar seu encanamento.

Eu quero que desista do seu sonho, que não tenha objetivos, que fique o dia todo - todos os dias – na frente da tevê, que se entupa de chocolate e sorvete. E eu só vou cortar sua TV à cabo, te dar um banho de realidade, te vestir com sua melhor roupa e andar sem rumo pelo bairro.

Eu quero que passe fome, que emagreça dez quilos em uma semana, que tenha sede, que não possa andar em linha reta, que sinta frio num dia quente e calor num dia frio. E então vou te comprar uma pizza e te entupir de coca-cola, e levar-te-ei para minha casa pra sentir calor num dia quente de sábado, e vou te aquecer numa noite fria de domingo.

Eu quero que tenha medo do seu passado, que não consiga respirar de angustia, que não veja futuro no seu presente, que só posa ir até a porta de casa. E na maçaneta verá minha mão direita abrindo-a e trazendo um presente na mão esquerda pro seu futuro, e vou passar a tarde toda ao seu lado vendo todos seus álbuns de fotos.

Eu quero ser perfeito pra você. Os olhos que te fazem ficar sem graça, a mão que aperta tua quando precisar, o colo que você quer deitar depois de um dia duro, os dedos que te fazem carinho ate você dormir sobre mim, a voz que te acordar desejando bom dia, a boca que não cansa de te beijar depois de elogiar tudo em você.

Eu estava lá e você viu, e vou estar lá novamente e você verá que sou aquele que você ainda teima em procurar.

Bem, estou esperando pelo sinal.





 

8 comentários:

  1. "Eu estava lá e você viu, e vou estar lá novamente e você verá que sou aquele que você ainda teima em procurar"

    Moço! Sentindo paixão no ar. rs' Ou não! KK'
    Coisa mais linda rpz. Tuas palavras as vezes me confunde. rs'

    beeijoca ;*

    ResponderExcluir
  2. Desta vez sentiu errado Samantha,
    -
    Que bom que consegui te confundir, era isso que queria
    =D

    ResponderExcluir
  3. Espera e querer... Ôôh combinaçãozinha que viiive colada em mim!

    ResponderExcluir
  4. Que sombrio, cara...
    Não desejo ser a única opção de ninguém, quero ser o suuficiente por enquanto.
    Senti mais obsessão do que paixãoo nisso aí. Temos que controlar nossos instintos ou acabaremos nos matando.

    Boa escrita apesar de tudo.
    Um beijo, sugar.

    ResponderExcluir
  5. É esse dualidade que anda me atormentando ultimamente: esse amor desejando sombra e luz. Mas faço o necessário, é inevitável não esperar um sinal...as vezes as circunstâncias nos deixam paralisados.

    Gostei muito do texto, parabéns =)

    ResponderExcluir
  6. eu sei, as vezes dá raiva…você ali, do lado, ao vivo e a cores e a pessoa nem, nem.

    ResponderExcluir
  7. Muito interessante a postagem. E como o Long comentou acima, realmente dá raiva quando não se é notado, mas acho que raiva é uma palavra muito forte. Acho que a palavra que usaria é descepcionante ou desmotivador.
    Já estou na lista de seguidores mesmo sendo novato com blogs.

    www.olhoealma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. =O
    Tem um nó aqui na cabeça.
    é paixão, amor, raiva,desejo?
    rapaz...o texto esta otimo.
    só fiquei um tantin confusa. ^^

    Mas ele sabe o que diz, e quem estiver com ele ao lado, sabe que ta feita.Ele tem muitas qualidades a serem divididas com alguém especial.

    =*

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...