20 de abr de 2011

Luto




E então você senta, com aquele olhar que já tinha visto
Num lugar em que nunca estive.
O choque faz com que sua cabeça pese e, não se agüente erguida,
Então na negação chora, como que suas lágrimas tivessem o poder de voltar.
Com os olhos ainda vermelhos se tem raiva, não se sabe de quê
Só se tem raiva por ter, por querer culpar alguém, por ter raiva de ainda viver.
Mas uma hora você se levanta, mas vai à direção errada, em um lugar onde se vai afundar em si,
Onde uma mão amiga não é o suficiente, e na depressão se exige um braço forte.
De joelhos ao chão, do chão ao céu e do céu à aceitação
E os olhares dão lugar aos sorrisos que dão lugar ás lembranças.
E a dor vira saudade.




8 comentários:

  1. E a saudade fica, sempre!

    Tu é fera moço, poucas e intensas palavras! ;D

    ;*

    ResponderExcluir
  2. Fiz uns três textos que mostrassem as 5 fases do luto [i], mas esse considerei o melhorzinho.

    Fico grato pelo carinho.

    ResponderExcluir
  3. Ele se garante mesmo...


    gostei do post Altinho ^^

    ResponderExcluir
  4. Olá, tem um selo pra você lá no meu blog, passa depois lá para pegar.
    http://nayara-soares.blogspot.com/2011/04/e-agora-e-oficialmente-o-fim.html

    beijos.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...