26 de fev de 2011

Desprovido de Beleza.



Por muito tempo pensei que beleza era tão fundamental quanto caráter, dignidade, responsabilidade e outros adjetivos de qualidade. Mas não, o feio também tem suas qualidades quisá até melhores.

Respondendo a pergunta de um personagem antigo da “Praça é Nossa” é, às vezes é bonito ser feio. Aquele que aceita sua condição de beleza, não que seja mais feliz, porque ninguém se acha feio, as pessoas quem dizem, é como uma lei natural: não somos o que somos, somos o que as pessoas acham que nós somos. Mas o feio não vai ficar perdendo tempo com a mecha de cabelo rebelde que teima em não ficar simétrico com as outras da franja, demorar se olhando no espelho vendo que roupa fica melhor pra ir à pizzaria. Mas ele sabe que o tempo que os outros perdem perdendo tempo, já que ele nasceu sem o mais essencial  
nos dias de hoje, então ele não tem mais nada a perder. O feio não perde tempo, nem quando o computador tá ligando, ele não fica sentado na frente, ele se levanta vai até a geladeira e a abre pra ficar pensando, onde é o melhor lugar pra isso.

O pior feio é aquele que se acha bonito. Não o condeno, todos tem o direito de serem idiotas e passar vergonha. Falar mal da beleza de um Belo Feio é o mesmo que questionar a masculinidade de um homem, sempre ficara sem graça e caçara um defeito de igual, ás vezes de maior, valor parar jogar na cara. O Feio Belo vai sorrir da situação e complementar a piada falando de si mesmo.

O companheiro do feio seja ele homem ou mulher tem o relacionamento melhor e duradouro. O feio faz com que o outro se sinta belo, e as pessoas bonitas sabem disso (ou pelo menos deveriam saber) por isso é tão comum ver belas moças e rapazes com um companheiro feio. O bonito já é bonito isolado e a pessoa fica mais bonita ao lado do feio. É tão comum ver relacionamentos tão duradouros quando há uma pessoa feia no casal, porque o feio faz com que o outro se sinta mais belo tanto fora quanto dentro, e isso faz com que o belo não se separe por achar que o feio fez com que ele se sentisse assim, melhor consigo mesmo, e assim mais feliz.

Mas isso não é uma regra geral, existem feios que são apenas feios e nada mais.

Eu poderia tá falando de beleza, mas quem disse que não há beleza no feio, como um assumido desprovido de beleza que sou tenho que discordar de Machado de Assis, beleza não é tão fundamental, porque não existe pessoa feia, existe pessoa pobre.



9 comentários:

  1. Me identifiquei. Fato. Adorei o texto.

    *--*

    ResponderExcluir
  2. Eu pensei que niguem iria se identificar. =D
    mas obrigado ;)

    ResponderExcluir
  3. opa! parece que além de tudo o princIpezinho imagético pratica censura!

    ResponderExcluir
  4. E parece que arrachei um pra ficar me apurrinhando.

    ResponderExcluir
  5. quem disse que eu não me endentifiquei ;)

    ResponderExcluir
  6. É raríssimo ver alguém que seja tão feio a ponto de não ter nada que se destaque. Quer dizer, há sempre o feio de corpo que é bonito de rosto ou vice-versa, ou mesmo aquele que tem alguma outra característica física que é interessante... sempre há. Enfim, mais importante que beleza, altura, sensualidade etc. é a inteligência, a sagacidade, a perspicácia, o astral interno bom e a força de transformação (para melhor) de cada um. Beleza passa com os anos, tais características citadas... nunca!

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Obs.: as ideias do estão bem colocadas mas apresenta um sem-número de erros de português, erros grosseiros, o que o torna menos bonito, aliás.

    ResponderExcluir
  9. Obs.: as ideias do estão bem colocadas mas apresenta um sem-número de erros de português, erros grosseiros, o que o torna menos bonito, aliás.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...